Petrópolis, 10 de Julho de 2020.
Matérias >> Utilidade Pública >> Custo de Vida do Município
   
  Preços entre farmácias da cidade podem variar em até 119,41%

Data: 03/03/2009

 

            É preciso garimpar o melhor preço quando o assunto é medicamento, afinal de contas a diferença em alguns casos pode superar 100% de uma farmácia para outra, fato que compromete uma parcela maior do orçamento familiar. No dia 14 de fevereiro, em uma rápida pesquisa em cinco drogarias do Centro, ficou claro que nesses tempos de “vacas magras” é preciso ter paciência na busca pelo melhor preço, mas a final o resultado irá valer a pena.
 
            Foram pesquisadas as farmácias Cristal, Pacheco, Galanti, Boa Saúde e Desconto, e em todas se pode encontrar dentro de uma lista pré-estabelecida, expressivas diferenças, mas um estabelecimento de maneira isolada não é detentor do melhor preço em todos os itens apurados, por isso é preciso um trabalho de “formiguinha” se o intuito é cuidar da saúde pagando o menor preço.
 
            São 10 os medicamentos que compõem a lista-referência usada na reportagem, sendo eles os mais vendidos no Brasil, onde estão incluídos medicamentos para cardíacos, disfunção erétil, analgésicos, anticoncepcionais e anti-inflamatórios.
 
            Dorflex, Yasmin, Cialis, Diane, Pavix, Sibutrmina, Viagra, Neosaldina, Benegripe Crestor, pelo menos um desses medicamentos faz parte da lista da receita de parte dos petropolitanos quando vai à farmácia.
 
            Um dos exemplos mais gritantes, que mostra a importância da pesquisa de preços é o medicamento Plavix 75mg (28 comprimidos) destinado para quem sofre de cardiopatia, em que o preço varia entre R$ 87,90 na Drogaria Cristal (mais barato) e R$ 192,87(mais caro) na Descontão. Essa diferença equivale em termos percentuais a 119,41%, trocando em miúdos no estabelecimento com menor preço pode-se comprar duas cartelas e levar troco para casa como o que seria pago no estabelecimento com maior preço.
 
            Mas as diferenças não param por aí e outro exemplo de uma discrepância de valores é o medicamento Sibutramina 15mg (30 comprimidos), prescrito pelos médicos para auxiliar no tratamento de obesidade, que no estabelecimento com maior preço (Cristal), custa R$ 40,65 e no de menor valor (Pacheco), R$ 21,86, sendo a diferença de 85,95%.
 
            Um remédio usado de maneira rotineira por boa parte dos consumidores no combate aos sintomas da gripe, o Benegrip (6 comprimidos) custa na Farmácia Cristal R$ 2,68 e na Drogaria Descontão R$ 3,93, equivalente a 46,64% de diferença.
 
            Por isso aquela velha frase da vovó está valendo, principalmente nesses tempos de crise: “É preciso correr preço”.
 
Medicamento Cristal Pacheco Galanti Boa Saúde Descontão Diferença (%)
Dorflex(10 compr.)  R$ 2,86 R$ 2,19 R$ 2,90 R$ 2,99 R$ 3,58 22,31%
Yasmin (12 compr.) R$ 37,64 R$ 35,40 R$ 37,80 R$ 44,37 R$ 52,20 38,68%
Cialis 20mg (2 compr.) R$ 51,90 R$ 52,15 R$ 56,50 R$ 62,39 R$ 73,40 41,42%
Diane 35 (21 compr.) R$ 13,60 R$ 14,39 R$ 15,00 R$ 15,28 R$ 17,97 32,13%
Plavix 75mg (28 compr.) R$ 87,90 R$ 89,33 R$ 99,90 R$ 99,44 R$ 192,87 119,41%
Sibutramina 15mg (30 compr.) R$ 39,90 R$ 21,86 R$ 26,00 R$ 24,90 R$ 40,65 85,95%
Viagra 50mg (4 compr.) R$ 91,50 R$ 91,77 R$ 95,45 R$ 110,00 R$ 122,00 33,33%
Neosaldina (20 drágeas) R$ 9,00 R$ 9,19 R$ 9,25 R$ 10,99 R$ 12,36 37,33%
Benegrip (6 compr.) R$ 2,68 R$ 3,33 R$ 3,25 R$ 3,84 R$ 3,93 46,64%
Crestor 10mg (30 compr.) R$ 107,93 R$ 92,67 R$ 90,65 R$ 95,02 R$ 107,93 19,06%
 
 
Fonte: Diário de Petrópolis – 15 de fevereiro de 2009.
Autor: Rubens Silva



 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS