Petrópolis, 25 de Novembro de 2020.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Religioso
   
  Grupos de Autoajuda fazem reuniões semanais nas paróquias

Data: 26/02/2009

Os grupos de autoajuda são reuniões semanais implantadas nas paróquias ou comunidades, onde se propõe um Programa de Vida Nova que leva à conversão. A reunião de auto-ajuda da Pastoral da Sobriedade está baseada no modelo sistêmico da psicologia, no qual a dificuldade de um dos membros da família é compartilhada por todos e cada um tem sua participação e responsabilidade no processo e mudança.

 

Jiane Matros explicou que estes grupos recebem todas as pessoas, independente de seu credo religioso e condição social. “É uma ação da Igreja Católica voltada para o ser humano, para aqueles que buscam ajuda, por isso não olhamos credo e nem sua condição social, o que nos importa é o ser humano. Mas as pessoas devem saber que, por ser uma iniciativa da Igreja Católica, segue as diretrizes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e em conformidade e apoio do bispo local, no nosso caso, Dom Filippo Santoro”.

 

O objetivo da reunião é tratar o problema de dependência química, abrangendo o grupo familiar, sem, no entanto, promover um confronto entre eles. Enquanto o dependente participa buscando a recuperação, o familiar participa para se orientar e ajudar de maneira efetiva na recuperação de seu dependente.

 

Assim, através de uma interação dinâmica que é a partilha da experiência de vida de cada participante, que acontece nos pequenos grupos, dependente e co-dependente tomam consciência dos problemas que estão prejudicando o relacionamento familiar. A partir das reflexões dos 12 Passos – Admitir, Confiar, Entregar, Arrepender-se, Confessar, Renascer, Reparar, Professar a fé, Orar e Vigiar, Servir, Celebrar, Festejar -, aos poucos essa conscientização deve estimular a mudança de comportamento, tornando dependente e familiares mais sensíveis ao sofrimento um do outro.

 

Essa sensibilidade os fará mais acolhedores e compreensivos e os levará a demonstrar a caridade e o amor incondicional que todo cristão tem o dever de vivenciar, principalmente com as pessoas mais próximas, que são as que fazem parte da própria família. Assim sendo, a metodologia d Grupo de Auto-Ajuda da Pastoral atende as exigências permanentes da Evangelização, assim como as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil focadas na Pessoa, na Comunidade e na Sociedade. “Em nossa diocese, estamos inseridos no Plano Pastoral de Conjunto, que tem como atividade central a missão popular, a visita de casa em casa”, lembrou o diretor espiritual da Pastoral na diocese, padre Diego Bastos dos Santos.

 

O Grupo de Auto-ajuda da Pastoral da Sobriedade trabalha 12 passos baseados na reflexão e na vivência de 12 temas bíblicos que pretendem levar a uma conversão, a um novo programa de vida. Isto porque a Pastoral da Sobriedade não se limita apenas a bloquear o uso da droga e o abuso do álcool, mas propõe a descoberta do verdadeiro sentido de vida.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis – 15 de fevereiro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS