Petrópolis, 02 de Dezembro de 2020.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Religioso
   
  Dom Filippo lamenta atraso na construção de casas

Data: 17/01/2012

Arcebispo de Taranto  enviou mensagem pela lembrança de um ano da tragédia de janeiro

 

O presidente de honra da Frente Pró Petrópolis, Dom Filippo Santoro, arcebispo de Taranto, na Itália, enviou ontem uma mensagem pela lembrança de um ano da tragédia de 12 de janeiro de 2011, quando, quatro – Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto, Areal e Teresópolis – das seis cidades que formam a diocese foram castigadas pela chuva. Em sua mensagem, intitulada Reconstrução urbanística e humana, Dom Filippo Santoro lamenta que, completado um ano, as vítimas ainda esperem pela construção das habitações populares.  
“Neste momento, quando lembramos a tragédia de 12 de janeiro de 2011, é com grande tristeza que mais uma vez o Brasil enfrenta problemas causados pela chuva nos estados do Rio e de Minas Gerais”, comenta o bispo, no início da mensagem, fazendo menção à tragédia que volta a se abater sobre a Região Sudeste. “Apesar da distância que nos separa, estou unido a todos da nossa querida Diocese de Petrópolis, em particular as vítimas das chuvas do ano passado e deste ano, que ainda estão à espera de uma solução por parte das autoridades públicas. A principal delas habitação, condições dignas de moradia”.
Dom Filippo Santoro lembrou o manifesto em prol da reconstrução urbanística e humana, publicado em março do ano passado, que teve como objetivo cobrar das autoridades públicas a retirada das famílias das áreas de risco e conseguir que as obras de construção das casas fossem realizadas o mais rápido. “Infelizmente, as coisas não andaram como desejava, de modo que no Natal de 2011 as famílias que perderam suas casas já tivessem onde morar definitivamente, em local seguro e com condições dignas. Acredito que, superado a lentidão da burocracia e com as autoridades atuando pelo bem comum, estas famílias e tantas outras que passam neste início do ano por dificuldades por causa da chuva terão suas necessidades atendidas”.
O presidente de honra da Frente Pró Petrópolis disse que estará unido com todos em suas orações, pedindo a Deus por cada família e “também pelas autoridades públicas do estado e dos municípios para que atuem pelo bem comum, pelo bem do povo e não por interesses pessoais”. Em sua mensagem, Dom Filippo lembrou que a Diocese de Petrópolis tem o novo administrador diocesano, monsenhor Paulo Daher, “uma pessoa comprometida com o povo e com suas necessidades. Junto com ele, a Frente Pró Petrópolis continue o seu precioso trabalho e não deixe de cobrar e de favorecer o diálogo entre as autoridades e o nosso povo”.
Ao concluir a mensagem, ele disse que está com saudade da diocese e da Cidade Imperial, e de forma rápida contou que está conhecendo a arquidiocese de Taranto, que segundo ele tem problemas de desemprego, devido à crise econômica na Europa, e de poluição ambiental, devido à presença de muitas indústrias e de canteiros navais. “As autoridades e o povo me acolheram com grande alegria e cordialidade e já pedem minha intervenção para ajudar a resolver os problemas da cidade e da região. Espero encontrar aqui os mesmos colaboradores que encontrei aí entre muitas pessoas da administração pública e entre os amigos da Frente Pró Petrópolis”.

Fonte: Tribuna de Petrópolis.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS