Petrópolis, 04 de Dezembro de 2020.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Religioso
   
  Monsenhor Paulo Daher vai administrar a Diocese

Data: 10/01/2012

 

 

Monsenhor Paulo Daher foi eleito na manhã de ontem administrador da Diocese de Petrópolis, assumindo suas funções imediatamente. Monsenhor Daher afirmou que todos os trabalhos e a agenda programada para este ano continuam, como foi o desejo de Dom Filippo Santoro. “Conversamos com ele antes de sua ida para Brasília e decidimos dar continuidade a toda a programação”, frisou o monsenhor.
O administrador diocesano disse que vai contar com o apoio de todos os padres, principalmente do Colégio de Consultores, para administrar a diocese e espera que os fiéis leigos colaborem com os sacerdotes nas paróquias. “Sempre acompanhei de perto o trabalho da diocese, cada paróquia é um núcleo apostólico e isto vai continuar. Nosso compromisso é realizar o reino de Deus”.
Monsenhor Paulo Daher agradeceu a confiança dos padres membros do Colégio de Consultores – padre Rogerio Dias (reitor do Seminário Diocesano), padre Francisco Montemezzo (Paróquia Santo Antônio – Alto da Serra), monsenhor Geraldo Policarpo (Paróquia do Rosário), padre Luiz Mello (Paróquia São Judas Tadeu – Mosela), padre Ernande Nascimento (Paróquia Nossa Senhora da Piedade – Magé). “Agradeço ao colégio de consultores por ter me escolhido e que Deus nos ilumine até a posse do novo bispo” disse monsenhor Paulo Daher.
Monsenhor Paulo Daher era vigário geral da diocese desde 2006, tendo assumido o cargo depois da morte de monsenhor Gilberto Ferreira. Natural de Salvador, Bahia, onde nasceu no dia 25 de julho de 1931, adotou Petrópolis como sua terra, onde exerceu várias funções como padre e atualmente é coordenador diocesano de pastoral. Em 1970, recebeu do Papa Paulo VI o título de cônego e em 1980, o título de monsenhor do Papa João Paulo II.
Ordenado sacerdote em março de 1955, continuou em Roma até setembro do mesmo ano, quando retornou à diocese. Ao chegar, iniciou seu ministério sacerdotal ajudando na Catedral. No ano seguinte, 1956, foi nomeado pelo primeiro bispo da diocese, Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra (já falecido) para trabalhar no Seminário Nossa Senhora do Amor Divino, onde ficou por 11 anos.

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 07 de Janeiro de 2012.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS