Petrópolis, 21 de Fevereiro de 2024.
Matérias >> BR-040: obras da NSS
   
  Concer esclarece andamento das obras da Nova Subida da Serra

Data: 07/06/2014

 

 

Concer esclarece andamento das obras da Nova Subida da Serra

 

 

Concessionária fornecerá imagens em tempo real para a PRF e  Polícia Civil

 

Diário de Petrópolis, Sábado, 07 de junho de 2014

 

A Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio (Concer) prestou esclarecimentos sobre as obras da nova subida da Serra de Petrópolis em reunião realizada ontem, 5 de junho, na seccional da OAB, no Rio de Janeiro. O encontro foi uma solicitação do deputado federal Hugo Leal (PROS-RJ) à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), e teve como objetivo discutir o andamento das obras da BR-040, a interferência gerada na vida dos munícipes da região, bem como os prazos de conclusão e os aspectos de segurança pública.

 

A reunião contou com as presenças de Sérgio Vianna, assessor da presidência da Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga), Alcimar Pena, gerente de engenharia da Concer, Antônio Carlos Machado, presidente da OAB Petrópolis, Márcio Goulart, inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Teresa Cristina Ferreira, representando a ANTT e de Delmo Pinho, subsecretário de Estado de Transportes.

 

O gerente de engenharia Concer, Alcimar Pena, fez uma apresentação detalhada do projeto e garantiu que as obras serão concluídas em junho de 2016, antes dos jogos olímpicos. Segundo ele, a nova pista, terá um traçado menos sinuoso e com acostamento em toda a extensão.

 

Para Hugo Leal, é importante deixar claro cada parte da obra e como ela afetará a vida dos moradores da região, já que estes são os principais interessados no assunto. Segundo o deputado, o detalhamento do projeto é importante para que a população possa entender as vantagens que terão com a duplicação.

 

Serão 20 km compostos de acessos, vias marginais, interseções, retornos, 23 pontes e viadutos, oito alargamentos, seis passagens inferiores e um túnel com quase cinco quilômetros de extensão, além de 19 obras de contenção. Divida em cinco lotes, o trecho inicial da nova subida da Serra está sendo construído a partir da duplicação da atual pista de descida.

 

Atualmente, o lote 1, que contempla da nova pista do Km 102 ao Km 97 e da nova Praça do Pedágio no Km 102, está em fase adiantada de execução. Já o lote 2 – duplicação da pista do km 97 ao km 88,5 -; a construção do túnel, no lote 3; o novo sistema viário que dará acesso a Petrópolis no km 82, no lote 4, estão em fase parcial de construção, por meio da mobilização, realização de Programas Ambientais, implantação do canteiro de obras e da área industrial, serviços de desmatamento, obras da nova Praça de Pedágio e sistema viário de Xerém. A Concer informou que as obras do último lote, que contemplam a ligação Bingen-Quitandinha, dependem da conclusão de outras etapas para serem executadas.

 

Túnel e ponto de apoio para caminhões

 

Ponto de impasse, o túnel é uma das principais preocupações de quem irá passar pela nova subida da Serra. Com o total de 4.640 metros de extensão, um dos maiores do Brasil, de acordo com as especificações do projeto, ele terá duas faixas de rolamento de 3,60 m cada, acostamento, faixa de segurança, sistema de ventilação longitudinal, subestação de alimentação elétrica, que ficará no desemboque do túnel, além de sistemas de iluminação, combate a incêndio, supervisão, segurança e controle.

 

A Concer informou que investigações geológicas antecederam a escavação do túnel e identificaram as características do solo e o grau de resistência das rochas, o que permitiu apontar o tratamento correto para as paredes do túnel. Ainda segundo o vídeo apresentado “as escavações são realizadas com as mais modernas técnicas de engenharia e segurança. O principal equipamento usado na abertura do túnel perfura o ponto certo da rocha, com o auxílio de raio lazer e de um sistema de navegação automatizado”. Segundo a concessionária, a rocha extraída das escavações é transformada em brita e aproveitada nas obras de pavimentação da nova pista. Na área do emboque, serviços complementares de preparação e estabilização da encosta, ampliam a margem de segurança do terreno. Como ¼ de toda a extensão da nova subida da Serra, sua construção representa a solução de menos impacto para a Mata Atlântica da região, garante.

 

O gerente de engenharia Concer, explica que a escavação, já iniciada no desemboque do túnel, avança entre 300 e 360 metros por mês. “Quando o túnel ficar pronto, teremos a supervisão e o controle do tráfego lá dentro. Haverá um sistema de detecção automática de incidentes, isto é, as câmeras irão avisar quando uma movimentação diferente ao padrão considerado normal no movimento de veículos acontecer. Na prática, se um carro passou por uma câmera e em um determinado tempo depois ele não passou por outra, o sistema irá contatar automaticamente o CCO (Centro de Controle de Operações)”,disse Alcimar.

 

Durante a apresentação, Sérgio Vianna, da Fetranscarga, questionou a falta de pontos de apoio para caminhoneiros, previsto pela Lei 12.618/12, que garante o direito do profissional ao descanso. Como não existe nenhum ponto no trecho da nova duplicação, o pedido foi levado e será analisado pela Concer.

 

Segurança da atual pista também foi debatida


O presidente da OAB Petrópolis, Antônio Carlos Machado, esteve na reunião em busca de soluções para o número crescente de assaltos na BR-040. Ele lembrou que só neste mês pelo menos dois casos de assaltos a petropolitanos foram registrados no trecho. O inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Márcio Goulart, apontou a importância do trabalho integrado da polícia, que é uma das formas de auxiliar na proteção aos usuários da BR-040. Maior efetivo e acesso às imagens das câmeras da Concer, podem auxiliar na prisão de criminosos, apontou.

 

“Temos que encontrar uma maneira de atender estas demandas. Sabemos quais são os problemas e vamos buscar formas de solucioná-las. O problema do efetivo das policias não podemos resolver, mas, a curto prazo, é importante buscar ajuda e integrar os trabalhos”, destacou Hugo Leal.

 

 

Dentre as soluções para auxiliar o trabalho da PRF, a Concer informou que irá fornecer imagens em tempo real para a Polícia Rodoviária Federal e à Polícia Civil, ajudando a reforçar a segurança na rodovia.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS