Petrópolis, 17 de Setembro de 2021.
Matérias >> GT-Trem: Rio/Petrópolis
   
  "Um sonho que não será realidade"

Data: 05/02/2014

“Um sonho que não será realidade”

 

Revitalização da Estrada de Ferro agora tem opiniões de ferroviários que demonstram não ter mais crédito no projeto que até dois anos estava em evidência.

Se até julho do ano passado as instituições de preservação ferroviária e até mesmo autoridadades estavam com crédito a respeito da revitalização da Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará, ao que tudo indica este ano a coisa mudou. Ferroviários aposentados de três bairros da cidade não estão mais alimentando esperanças de o projeto sair do papel e opinaram a respeito no final da semana.

Sebastião Alves e Saturnino da Costa Group, um de Pedro do Rio e outro de Nogueira, confirmaram a descrença na manhã de domingo no centro 4º Distrito.

- Vinha acompanhando as notícias e continuo. Mas não ouço mais falar de reuniões das instituições com autoridades no sentido de dar prosseguimento a proposta - afirmou Sebastião Alves. - Não acredito que o trem vá subir e descer a Serra da Estrela novamente - emendou.

Saturnino informou que frequentava reuniões e lembrou que há dois anos esteve no auditório do Museu Imperial quando autoridades e as entidades de preservação ferroviária em um encontro demonstraram empenho na conquista da obra:

- Depois disso não ouvi mais nada. Só ouço os aposentados amigos meus falar que não acreditam mais na proposta.

 

No início do ano o ferroviário aposentado Salvador Colangelo, do Alto da Serra, assiduo frequentador de encontros da categoria, disse também que Petrópolis não vai ter mais trem. As opiniões demonstram que a falta de interesse no projeto está evidente. Outrora eles acreditavam que a revitalização do Trem Expresso Imperial, como ficou denominado, voltaria subir e descer a Serra da Estrela ligando o Alto a Raiz da Serra, em Magé.

 




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS