Petrópolis, 02 de Julho de 2022.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Desenvolvimento Humano
   
  Proerd forma 15 mil crianças no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência em Petrópolis

Data: 24/06/2008

Cerca de 1,5 mil crianças entre 9 e 11 anos estão sendo formadas no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. No primeiro semestre de 2008, o curso foi desenvolvido em 20 escolas municipais e estaduais. A entrege dos diplomas acontecerá a partir do dia 26, com aprimera solenidade marcada para as 10h, no Palácio Quitandinha. Sendo esperada a presença do secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, e do comandante-geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Ubiratã Ângelo, e também a do coordenador geral do Proerd, coronel Seabra.

Na primeira solenidade devem se formar os estudantes das escolas municipais Robert Kennedy, São Cristóvão, Stefan Zweig, Independência e Professora Ernestina Francione de Abreu.

Na próxima solenidade, dia 2 de julho, no Sesi, se formarão os alunos das seguintes escolas: Escola Municipal Rotary, São José do Caetitu, Escola Paroquial Carlos Demiá e Cirilo Calaon e Escola Municipal Amélia Antunes Rabelo.

Já no dia 3 de julho, no Salão da Igreja Santo Antônio, estarão recebendo o diploma os alunos da Escola das Comunidades Santo Antônio e Escola Estadual Vila Felipe. À tarde, no Salão da Igreja São Judas Tadeu, a solenidade será para os alunos da Escola São Judas Tadeu e no dia 8, as Escolas Fábrica do Saber e Amadeu Guimarães.

O Proerd começou a ser desenvolvido em Petrópolis em 1994. O Programa contribui para a conscientização de crianças e adolescentes sobre o perigo e as consequências do envolvimento com drogas, e já formou mais de 22,1 mil estudantes.

O curso é direcionado para os alunos que estão estudando até a 4ª série do ensino fundamental, de 9 a 11 anos, e é desenvolvido com o auxílio de uma cartilha, o programa é aplicado durante um semestre letivo.

Os policiais responsáveis por ministrar as aulas em Petrópolis receberam treinamento adequado, no qual desenvolveram habilidades de comunicação, noções de técnica de ensino, psicologia e dinâmicas em grupo e também aprenderam informações sobre as drogas e relações inter-pessoais.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis - 24 de junho de 2008.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS