Petrópolis, 28 de Setembro de 2021.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Desenvolvimento Institucional
   
  Líder do governo critica secretário de Planejamento por perda de empresas

Data: 05/11/2009

Líder do governo critica secretário de Planejamento por perda de empresas

 

 

            O líder do governo vereador Wagner Silva (PPS), criticou o secretário de planejamento, Agnaldo Goivinho, afirmando que por causa da postura dele, muitas empresas estão deixando de vir para Petrópolis e se instalando nos municípios vizinhos. “Tenho confiança no prefeito Paulo Mustrangi, mas quero dar nota zero para o secretário, pela forma como respondeu à imprensa no final de semana, que não iria aprovar a construção da Escola de Hotelaria na Praça 14 Bis, afirmando que a secretaria tem outros projetos para o local.”.

            O vereador não é o único a reclamar do secretário. Outros parlamentares municipais também se manifestaram insatisfeitos com Agnaldo Goivinho, pela dificuldade em conversar com ele. Segundo informações, dentro do governo há também um descontamento com o secretário, principalmente por suas oposições e projetos que buscam mais investimentos para a cidade em diversos setores.

            Wagner Silva espera que o outro uso citado pelo secretário para a Praça 14 Bis não seja realizado sem ouvir a sociedade e a comunidade local.

            Wagner Silva disse que é preciso preservar o Centro Histórico, lembrando que ainda existem muitos locais para investimentos e mantendo sua crítica à falta de investimentos e de uma política para atrair empresas, citando por exemplo as cidades em torno de Petrópolis “que estão fazendo investimentos de grande monta e transformando um década em um ano”, como três rios, Juiz de Fora, Levi Gasparian e outras.

            Com relação à Escola de Hotelaria e Turismo, motivo da crítica do vereador ao secretário, estava no final de 2000 com as verbas aprovadas e liberadas pelo Ministério da Educação. “A verba foi depositada na conta da Fundação de Cultura em nome de Carlos Alberto da Silva Lopes, presidente na época. Como a verba não foi usada e como perda da utilização, voltou para o governo federal a fundo perdido.”

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 04 de novembro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS