Petrópolis, 28 de Setembro de 2021.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Desenvolvimento Institucional
   
  Conselho de Segurança vai implantar Justiça Comunitária e Mulher da Paz

Data: 20/07/2009

Conselho de Segurança vai implantar Justiça Comunitária e Mulher da Paz

 

 

            O Conselho Municipal de Segurança voltou a se reunir na última segunda-feira. Desta vez, compareceu quase a metade dos integrantes do conselho, composto por mais de 40 entidades, e foi anunciado pelo secretário municipal de Segurança, Hélio Moura, a implantação dos programas Justiça Comunitária e Mulher da Paz, que devem ocorrer até o fim do ano.

            Além dos vereadores Luiz Eduardo, o Dudu, e Gil Magno, cerca de 50 pessoas, entre elas representantes da CDL e Acep, participaram do evento. Junto com a Secretaria de Segurança, a Guarda Municipal apresentou um balanço do trabalho realizado pela corporação nos últimos meses. “Foram destaques a operação contra os flanelinhas e circulação de motos sem placa pelo município. A prisão do motoqueiro que circulava pela cidade com as calças arriadas e a detenção de um pichador também foram citadas”, contou Hélio Moura.

            O secretário disse que a discussão sobre o Pronasci, relativas aos projetos Justiça Comunitária e Mulher da Paz, foram o ponto alto da reunião. “A expectativa é de que entrem em funcionamento ainda este ano. Por enquanto, estão sob análise no Ministério da Justiça, já que se trata de um programa do Governo Federal, contudo, estamos cumprindo todas as exigências”, explicou Moura.

            Projetos como o GM Comunitária, que já está em funcionamento, e Centro de Informações Turísticas de Pedro do Rio também foram apresentados à comunidade. “Os guardas que integram esse programa trabalham também como Ronda Escolar naquela região e, além disso, impedem a circulação de caminhões de grande porte, que buscavam o local para fugir do pedágio na Rodovia BR-040”, completa, lembrando que o objetivo é de expandir o projeto para outras regiões da cidade.

            O uso de cães nas rondas realizadas pela GM também foi citada e, segundo Hélio Moura, a providência contribuiu para diminuir as algazarras de adolescentes, que aconteciam com freqüência pelas ruas 16 de Março e Irmãos D’Angelo, assim como nos gramados da Praça Visconde de Mauá, em frente a Câmara Municipal.

 

 

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 16 de julho de 2009




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS