Petrópolis, 14 de Julho de 2024.
Matérias >> Atividades Econômicas >> Capacitação
   
  SENAI vai distribuir 190 bolsas de estudo para filhos de servidores

Data: 06/02/2009

Foi publicado o edital com 3.800 bolsas de estudo integrais, em cursos de aprendizagem, qualificação de nível básico ou livres do Senai-RJ, para filhos de bombeiros, policiais civis ou militares, inspetores penitenciários e agentes do Degase da ativa, com idades entre 16 e 23 anos. O convênio foi firmado em dezembro pelo Sistema Firjan e o Governo do Estado. Em Petrópolis, são 153 vagas em cursos livres em seis áreas e outras 37 vagas para cursos de aprendizagem.

 

No Senai de Petrópolis, as vagas estão distribuídas em variados cursos livres das áreas Automotiva (manutenção), Confecção, Eletricidade, Marcenaria, Mecânica e Informática. Em outras unidades do Estado, além destas áreas, também são oferecidas vagas para cursos nos segmentos de Alimentos, Bebidas, Panificação, Automotiva, Construção Civil, Caldeiraria/Serralheria, Gráfica, Instrumentação, Joalheria, Mecânica, Movimentação de Cargas, Refrigeração e Administração.

 

Para se candidatar a uma das vagas, o interessado deve ter o pré-requisito escolar necessário ao curso (na maioria dos casos, 8a série/9o ano), ser de baixa renda (a condição deverá ser declarada por escrito, e as informações serão de responsabilidade do candidato). Para mais detalhes do edital, o candidato deverá acessar o site do Proderj, em www.proderj.rj.gov.br. A partir do dia 16 de fevereiro, o candidato deverá cadastrar-se no site www.educacaoprofissional.rj.gov.br e escolher a unidade operacional do Senai-RJ desejada e a área temática. A escolha se limita a uma unidade e uma área por interessado.

 

Serão dois períodos de cadastramento: de 16 de fevereiro a 1o de março e de 23 de março a 5 de abril. Com esse cadastramento de interesse, os candidatos que atenderem as condições de acesso serão chamados pelo Governo do Estado para formar um banco de beneficiários, que será contemplado à medida que as vagas forem disponibilizadas.

 

“Elevar a educação no estado do Rio de Janeiro é uma obstinação do Sistema Firjan, uma vez que esta importante ação está documentada no Mapa do Desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro, um planejamento estratégico lançado em 2006 pelos empresários com ações de interesse econômico e social para o estado até 2015", afirma o diretor-geral do Sistema Firjan, Augusto Franco. "Juntamente com o Governo do Estado, estamos levando estas ações paras as famílias de servidores que atuam em funções de risco", completa.

 

Os candidatos serão convocados pelo Governo do Estado por meio de publicação no Diário Oficial e nos boletins internos dos órgãos envolvidos, com a indicação do título do curso específico, carga horária, turno e previsão de início. Com a cópia dessa convocação, o candidato deve comparecer no prazo máximo de 72 horas a partir da publicação no Diário Oficial à unidade do Senai-RJ munido de original e cópia de identidade, CPF, certidão de nascimento ou casamento, cópia do histórico escolar, comprovante do pré-requisito de escolaridade, autodeclaração de baixa renda, dois retratos 3x4 e carteira de habilitação (somente para cursos na área de Movimentação de Cargas).

 

Quem não comparecer no prazo estabelecido, desistir ou apresentar inconsistência nos documentos perde o direito a vaga, e a convocação passa ao próximo beneficiário, observando a ordem das inscrições no sistema. Problemas de frequência e desempenho insuficiente nos cursos também podem acarretar a perda da gratuidade.

 

 

Fonte: Diário de Petrópolis - 5 de fevereiro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS