Petrópolis, 10 de Julho de 2020.
Matérias >> Atividades Econômicas >> Serviços
   
  Museu Imperial comemora 66 anos

Data: 18/03/2009

Quarenta professores das redes municipal, estadual e particular da cidade prestigiaram o lançamento do "Almanaque de Petrópolis". O livro, que conta a história da cidade por meio de documentos do acervo do Museu Imperial, foi apresentado ao público, na tarde de ontem, como parte das comemorações pelo 166o aniversário de Petrópolis e 66o ano da abertura do museu ao público. Durante o evento, também foi inaugurada a exposição "A princesa Isabel em Petrópolis".

 

"O projeto do Almanaque vai contribuir para uma aproximação do Museu com os jovens, através dos professores. A idéia é fazer com que entendam que esse é um espaço de todos que carrega  cultura, história e educação", declarou o diretor da Instituição, o historiador Maurício Vicente Ferreira Júnior, lembrando que D. Pedro II dizia preferir ser professor a Imperador. "O Museu Imperial sempre foi uma casa aberta aos estudos. O antigo Palácio perpetua essa dimensão de educação informal´, afirmou Maurício. Segundo ele, é importante que essas mesmas turmas, que visitaram o Museu e receberam o almanaque, retornem para saber se o conteúdo passado

pela publicação e pela visita monitorada foram absorvidas.

 

Após o lançamento, os professores participaram da palestra proferida pela coordenadora do Setor Educativo e uma das responsáveis pela publicação, Regina Resende, onde descobriram como o Almanaque poderá ser introduzido no currículo das escolas. Para a secretária de Educação, Sandra La Cava, é extremamente importante o papel dos formadores, assim como a parceira e a colaboração das entidades e instituições que têm o que somar ao ensino dos jovens de Petrópolis. "O Museu Imperial é um desses colaboradores que se dispõem a criar ferramentas que contribuam no aprendizado, visando sempre o melhor atendimento aos estudantes", disse, ressaltando que o local de ensino não se resume à sala de aula. "O espaço da sala de aula é importante, mas o

trabalho em campo também é fundamental", concluiu.

 

O Almanaque, que é voltado para aluno do ensino fundamental, aborda aspectos da história da cidade de D. Pedro II. O texto narra histórias sobre o povo de Petrópolis, a formação da cidade, o seu desenvolvimento e algumas de suas mais significativas transformações através dos tempos.

 

Para enriquecer o trabalho, foram utilizados manuscritos e fotografias do acervo do Arquivo Histórico, peças das coleções museológicas e obras raras da Biblioteca do Museu Imperial. O almanaque traz, ainda, passatempos, curiosidades, dicas e um calendário com datas consagradas pela história local.

 

O evento foi realizado na Sala Multimídia e contou também com a presença do presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Charles Rossi e do representante da Família Real, d. Manoel de Orleans e Bragança. Todos os presentes visitaram a exposição "A princesa Isabel em Petrópolis" que já pode ser vista pelo público.

 

 

EXPOSIÇÃO

 

A exposição "A princesa Isabel em Petrópolis" faz uma leitura da trajetória da princesa Isabel baseada em quatro símbolos representativos

de Petrópolis: Palácio Imperial, Casa da Princesa, Palácio de Cristal e

Catedral de São Pedro de Alcântara.

A mostra utiliza manuscritos, fotografias, plantas, jornais e objetos do

acervo do Museu Imperial para contar a vida da princesa Isabel em

Petrópolis e demonstrar a sua participação na construção do patrimônio e

no desenvolvimento da cidade.

A inauguração acontecerá às 15h, na ala de exposições temporárias do

Palácio, onde permanecerá por tempo indeterminado, podendo ser contemplada

nos dias de visitação do Museu Imperial: de terça a domingo, das 11h às

17h30min.

 

SERVIÇO:

Museu Imperial

Endereço: Rua da Imperatriz, 220

Visitação: De terça a domingo, das 11h às 18h.

 

PREÇOS:

Adultos: R$ 8,00

Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 4,00

Maiores de 80 anos: Gratuito

 

ENTRADA GRATUITA PARA MORADORES DE PETRÓPOLIS:

Todas as quartas-feiras e também no último domingo de cada mês.

 

SOM E LUZ:

Quintas, Sextas e Sábados - 20h

PREÇOS:

Adultos: R$ 20,00

Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 10,00

Menores de sete anos e maiores de 80: Gratuito

Ingressos promocionais (Moradores de Petrópolis) às sextas-feiras: R$ 5,00

 

 

Fonte: Diário de Petrópolis – 18 de março de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS