Petrópolis, 17 de Janeiro de 2021.
Matérias >> Atividades Econômicas >> Agricultura
   
  Problemas da Feira Livre no Centro Histórico continuam após um ano de denúncias...

Data: 18/02/2011
Ilmo.Sr.
Sr. Prefeito de Petrópolis
Paulo Mustrangi
 
Prezado Prefeito,
 
Lamentamos muito e, porque não afirmar, estamos indignados com a entrevista de um de seus secretarios na Tribuna de Petrópolis que afirma não haver interesse de mudanças com relação a feira livre que se mantêm desordenada, suja, nojenta, sem higiene, colocando em risco a vida de pessoas por total falta de controle e fiscalização da Prefeitura de Petrópolis.
 
Nós, empresários dos vários segmentos que investimos na referida rua, além dos moradores, religiosos, lojistas, usuários, alunos das escolas, idosos, portadores de necessidades especiais somos preteridos por um grupo reduzido de feirantes, que, para não "perder o conforto", como afirma seu Secretário de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura,  deixam suas barracas jogadas pelas calçadas fazendo que os lojistas mantenham suas portas fechadas, crianças, idosos e transeuntes em geral tendo que usar a rua, é isto mesmo, o meio da rua, dividindo seus espaços com os veículos, caminhões, onibus, motocicletas , correndo risco de vida em meio a um transito pesado que hoje é praticado na referida rua do Centro Histórico de Petrópolis.
 
Isto é um abuso e falta de respeito para com o cidadão contribuinte, o empresário, o lojista, o morador o transeunte em geral.
 
Imaginamos que nossa competente Prefeitura Municipal de Petrópolis, esteja muito feliz com o conforto que esta favorecendo aos feirantes que se sentem em casa, largando de qualquer maneira suas mercadorias, expostas ao sol, calor excessivo em meio a ratos, cães, gatos, urina de vagabundos e tantos outros problemas que são denunciados a praticamente um ano, pelo nosso grupo, com  fotografias, sugestões, informações, tendo como resposta a total omissão da Prefeitura de Petrópolis e principlamente da Secretaria de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura que detem a obrigatoriedade da fiscalização, organização e realização das feiras livres, sob responsabilidade do Sr. Secretario Nelson Sabrá, pelo qual, ainda respeitamos sem a concordância de sua postura administrativa junto aos problemas relatados.
 
Ao longo de praticamente um ano de denuncias, estamos tentendo mostrar aos competentes administradores municipais que nosso desejo, muito antes de se encontrar uma solução adequada para o melhor e mais adequado espaço para a realização das feiras livres, é de que os orgãos de fiscalização da PMP no que diz respeito ao Código de Posturas do municipio, além da Vigilância Sanitaria sejam legalistas e cumpram a lei advertindo e punindo, os feirantes que transformaram os espaço público em área de estoque, deposito, guarda de caixas, barracas, lonas, caixas de madeira, mercadorias, postura esta em desacordo com às leis municipais.
 
A feira deve ter horário para iniciar, terminar e, assim, serem retirados todos os materiais dos respectivos feirantes deixando a rua livre para os seus usuários, como determina o Código de Posturas Municipais.
 
Não há o que discutir, há sim o que realizar, normatizar, organizar. Cabe a PMP agir e resolver os abusos.
 
A referida rua, das mais tradicionais e históricas de nosso municipio, não pode ter este tipo de tratamento, este abandono, este desrespeito. Onde estão seus competentes assessores para agir e fazer retirar aquela bagunça, bandalha, desordem, que se estabelece ao longo de toda a semana.
 
Convidamos seus secretarios e demais assessores para antes de retornarem aos seus lares, utilizarem aquela via para conhecerem o que fato notório e público, mas, somente a Prefeitura Municipal de Petrópolis não toma ciência.
 
É hora de um "choque de ordem" ou a cada dia o descredito para com uma administração municipal que fecha os olhos para o problema, aumenta, lamentavelmente.
 
Não queremos confronto, muito menos apelo político, partidário ou qualquer outro, o que queremos é respeito e ordem no local.
 
Cumprimentamos os feirantes em grande maioria que cumprem a lei, são ordeiros, respeitadores, mas, que acabam ficando preijudicados pelos que descumprem às leis e desrespeitam a comunidade e a Prefeitura de Petrópolis.
 
Cabe ressaltar que durante todo o início do ano, nos mantivemos calados tendo em vista aos dolorosos fatos que atingiram a região serrana, inclusive a nossa amada Petrópolis, porém, tendo em vista a manifestação pública e ao que parece infeliz de um de seus secretários junto a imprensa local, gostaríamos de afirmar que entendemos que a prioridade da PMP sem dúvida é atender aos chamados emergenciais e que estaremos sempre prontos para contribuir, contudo, não justifica fugir de uma realidade, com esta afirmação, quando simplesmente esperamos uma ação pontual da fiscalização no sentido de obrigar aos feirantes infratores a retirarem seus pertences ao término das feiras.  O que há de errado nisso que faz com que haja tamanho desgaste politico para a PMP e suas secretarias competentes.
 
Por que, nos outros logradouros em que são realizadas feiras livres, os restos, caixas, mercadorias, lonas, travessas, barracas, bancas, não ficam jogados pelo local, antes e após a realização das feiras? Gostaríamos de uma resposta.
 
Portanto, lembramos que voltaremos a defender nossos interesses dentro do respeito, ética, moral que sempre foram a base de nossas denúncias que jamais tentam atingir pessoas e sim cobrar ação institucional e do poder executivo.
 
Aproveitamos esta oportunidade para solicitar apoio aos nossos justos chamados junto à Câmara Municipal de Vereadores, na pessoa de seu Presidente, o vereador Paulo Igor.
 
Com nossos respeitos, estaremos divulgando esta manifestação para todos os contatos públicos, imprensa, comunidade, entidades e instituições em geral.
 
Seguem algumas imagens da tradicional feira livre do Centro Histórico de Petrópolis que deixam seus adminsitradores orgulhosos pelo sucesso.
 
 
Grupo Observadores da Comunidade.
 

--



GRUPO OBSERVADORES COMUNITÁRIOS




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS