Petrópolis, 11 de Julho de 2020.
Matérias >> História e Geografia de Petrópolis
   
  Bataillard. Da propriedade de criação de gado a 800 famílias

Data: 10/01/2012

       No Século XIX a localidade era uma propriedade do francês Henry Bataillard, que criava gado leiteiro, tinha um plantio de morangos e fabricava queijo, considerado de alta qualidade. Tanto que o próprio Imperador D. Pedro II visitava constantemente o local para consumir os produtos plantados e produzidos.

      A ocupação do morro começou timidamente em 1946, mas o local foi loteado em 1963 pela então Companhia Loteamento Quitandinha. Duzentos e quarenta e três lotes foram vendidos, mas não houve demarcação de propriedades, gerando conflitos e invasões com lotes em encostas inviáveis a construções.

     No lugar na ocasião não havia água, esgoto e energia elétrica, o que foi resolvido pela antiga Companhia Brasileira de Energia. O Calçamento parcial de paralelos foi feito em 1954 completando-se dez anos depois, já fazendo ligação com a Rua Professor Stroeler, no Quarteirão Brasileiro. A distribuição de água só veio a se concretizar em 1994.

     Em 1966 e 1988 a comunidade foi castigada com a queda de barreiras e vidas foram perdidas. No Baitallard hoje são mais de oitocentas famílias que habitam o local cujos moradores contam com escola, posto médico, prestadores de serviços e um pequeno comércio. Reclamam muito do serviço de transporte coletivo.

Fonte: Diário de Petrópolis, Diário nos Bairros, 18 de dezembro de 2011.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS