Petrópolis, 29 de Setembro de 2020.
Matérias >> Diálogo com a população >> Mensagens da Comunidade
   
  Pedras ameaçam casas no Alto da Serra

Data: 06/12/2011

As pedras foram retiradas do meio da servidão pelos próprios moradores. Agora, outras pedras ameaçam despencar e os moradores estão com medo.

Moradores da Servidão Frei Leão, no Alto da Serra, estão preocupados com o desabamento de pedras, que estão soltas em uma encosta. O problema começou no dia 27 de novembro, quando sete pedras despencaram cerca de cinco metros de altura e bloquearam a passagem de pedrestes e carros. A Defesa Civil vistoriou o local e a Secretaria de Obras enviou, na última semana, um técnico para avaliar a situação.


O deslizamento ocorreu por volta das 14h, horário em que muitas crianças brincam na localidade. “Quando a primeira pedra caiu, a maior delas, uma criança tinha acabado de passar. Por pouco não foi atingida. O barulho foi tão grande que parecia que a casa estava caindo. Felizmente, a fiação não foi atingida, o que poderia ter causado um estrago maior”, declarou Marlene dos Santos Rabelo, 55.


Algumas pedras foram retiradas pelos próprios moradores. “Para liberar a passagem, um vizinho quebrou as pedras e juntou os entulhos no canto da rua. Precisamos fazer isso porque quase todas as casas têm crianças e numa hora de emergência precisamos da servidão desbloqueada”, afirmou Marlene.


Segundo a moradora, a Defesa Civil alertou para o risco de mais desabamentos, já que ainda existem pedras na encosta e, na rua de cima, algumas casas ficam à beira do abismo. “Os técnicos vieram aqui e nos disseram que ainda existe o risco de desabamento de pedras e árvores. Nosso medo é que, sozinhos, não temos como fazer nada, não temos equipamentos para retirar tudo que está solto. Nossa luta é para que a Secretaria de Obras realize uma contenção. Já me disseram que, embaixo de todas essas pedras, existe uma mina, mais medo tenho agora, que estamos percebendo o solo todo molhado. Nem as crianças estão brincando na servidão, estamos mantendo todas trancadas em casa”, disse Marlene.


Na servidão, moram dezenas de famílias. A Defesa Civil informou, por meio da Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura, que enviou, no mesmo dia do deslizamento, uma equipe ao local. Na ocasião, um laudo foi emitido e encaminhado às secretarias responsáveis pela limpeza, retirada das pedras e demais intervenções necessárias.


Já a Secretaria de Obras informou que, junto aos outros órgãos, está enviando um técnico à localidade para analisar a situação, elaborar um estudo e tomar posteriormente as medidas cabíveis.

Fonte: Tribuna de Petrópolis, Terça-feira, 6 de dezembro de 2011, página 6




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS