Petrópolis, 10 de Dezembro de 2019.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Secretaria de Fazenda realiza choque de ordem contra propaganda irregular

Data: 24/10/2013

 

Propagandas irregulares e cartazes espalhados pela cidade tem sido uma visão cada dia mais comum em Petrópolis, principalmente no centro da histórico. Lojas, casas de show e restaurantes estão no topo da lista dos que mais cometem este tipo de infração. Para evitar o aumento dessa atividade, a Secretaria de fazenda está realizando desde a semana passada um choque de ordem no município, intimando e multando quem insiste em contribuir com a poluição visual das ruas e dos pontos turísticos. 

Entre os principais infratores, estão as empresas que realizam excursões, lojas e restaurantes. Os métodos mais comuns utilizados para chamar a atenção do consumidor, são a panfletagem, cartazes, e papeis colados principalmente nos postes da cidade, informando sobre serviços de entrega e eventos que vão ser realizados no município. “Estas atividades são proibidas pelo código de posturas de Petrópolis, no artigo 86, por isso como medida de controle estamos realizando um choque de ordem, principalmente no centro histórico”, disse o Secretario de Fazenda Paulo Roberto Patuléa.

Ainda segundo Patuléa, a Rua da Imperatriz era o local que mais concentrava propagandas irregulares. “Tinha muita publicidade nos postes, por isso nós começamos a ligar para os números indicados nos papeis e fomos identificando as pessoas que estavam cometendo estas irregularidades. Primeiro fizemos um trabalho de esclarecimento com essas pessoas, mesmo assim alguns preferiram permanecer na irregularidade, então muitos já foram intimados e receberam as multas em casa, que podem variar de R$ 800 à R$ 2.000 mil”, explicou. 

O aposentado Wilson Marturell, sempre morou em Petrópolis e se diz incomodado com com a quantidade de propaganda espalhada pela cidade. “Gente a nossa cidade é turística, temos que preservá-la. Eu acho todas as publicidades desse tipo ruins, mas os papeis colados nos postes são os que mais me incomodam, eles deixam a cidade com um aspecto de suja”, reclamou.

Os turistas tem a mesma opinião com relação a este problema. Muitos se dizem decepcionados com a falta de conscientização dos próprios moradores. “Eu sempre passeio por Petrópolis, mas confesso que nos últimos anos tenho ficado um pouco desanimada com a falta de preservação. Essa é uma cidade tão linda, porque as pessoas insistem em emporcalhar um local histórico, com propagandas de viagens e eventos por exemplo? Eu não me conformo” ressaltou Celise Vieira.  

Para diminuir os casos de propagandas irregulares a secretaria de fazenda pretende realizar um trabalho de conscientização. “Nos meses de novembro e dezembro a tendência é que este problema piore, pois os empresários apostam nas publicidades para vender ainda mais nesta época em que vendas estão aquecidas. Nós queremos a cidade limpa então vamos reeducar a população informando e alertando quem comete essas irregularidades, através de uma campanha de conscientização. Quem quiser nos ajudar nesse trabalho, pode denunciar sobre possíveis irregularidades, através do telefone 2242-8972”, disse o Secretario de Fazenda Paulo Roberto Patuléa.

Segundo o Iphan, o instituto em parceria com o Inepac, e a Prefeitura formam uma comissão para letreiros e engenhos publicitários, que analisam, em conjunto, todos os pedidos feitos aos três órgãos supracitados. “Para facilitar a tramitação, solicitamos que todos os pedidos sejam encaminhados ao Departamento de Posturas da Secretaria Municipal de Fazenda, onde todos os pedidos ficam concentrados e, mensalmente, ocorrem as reuniões para análise e aprovação conjunta entre os três órgãos. Além disso periodicamente, são feitas fiscalizações pelas três esferas independentemente e todas as medidas cabíveis são tomadas para que haja o cumprimento da lei”, explicou a assessoria. 

 




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS