Petrópolis, 09 de Dezembro de 2019.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Lixo

Data: 25/02/2013

Um acordo entre os Municípios de Três Rios, Areal, Levy Gasparian, Paraíba do Sul e Sapucaia que integram o Consórcio Público de Gestão Associada e Integrada de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Serrana III, levou a uma alternativa para o destino do lixo: o aterro sanitário de Sapucaia. Petrópolis que também faz parte do consórcio, foi deixado de fora do acordo, e tem como opção mais próxima, agora, a cidade de Seropédica, que fica a 100 quilômetros de distância.

O Consórcio Público de Gestão Associada e Integrada de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Serrana III, foi criado em 2009 e tinha como principal objetivo resolver o problema do lixo nas cidades da região. No entanto, Petrópolis acabou sendo impedido de levar o lixo para Sapucaia. Uma das alegações seria a grande quantidade de resíduos produzidos pelo Município (mais de 250 toneladas por dia), cujo montante é mais que o dobro de tudo que é produzido pelas outras cidades. Juntas Três Rios, Areal, Levy Gasparian, Paraíba do Sul e Sapucaia produzem cerca de 100 toneladas. “Se o aterro fosse utilizado apenas por Sapucaia, teria vida útil de 15 anos. Mas como outros Municípios irão participar o tempo baixou para pouco mais de dois anos. E se o lixo de Petrópolis fosse despejado aqui esse tempo diminuiria ainda mais, caindo pela metade”, explicou o prefeito de Sapucaia, Anderson Zanon.

Fonte: Tribuna de Petrópolis




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS