Petrópolis, 23 de Agosto de 2019.
Matérias >> Conselhos Municipais
   
  Aumento da passagem será discutido hoje no Comutran

Data: 22/12/2014

 

 

Aumento da passagem será discutido hoje no Comutran

 

 

 

 

 

ROGERIO TOSTA -

O Conselho Municipal de Transportes (Comutran), vai se reunir nesta segunda-feira (dia 22), às 18h30, para discutir o relatório do Grupo de Trabalho sobre o pedido de reajuste de tarifa do transporte coletivo apresentado pelas empresas de ônibus e o valor sugerido pela CPTrans. O prefeito Rubens Bomtempo voltou a afirmar que a discussão do aumento de passagem cabe ao Comutran e que, como fez anteriormente, não vai interferir e nem se manifestar, até a decisão final do Conselho.

Pela proposta inicial, o aumento pode chegar a R$ 0,50, levando a passagem dos atuais R$ 2,80 para R$ 3,30, o que segundo o conselheiro Paulo Martins não deve acontecer, frisando que o Grupo de Trabalho vai buscar um percentual que seja aceitável do ponto de vista econômico. “Analisando as planilhas, apresentadas pelo Setranspetro, fica claro que há um desequilíbrio econômico, com necessidade de reajuste. No entanto a discussão é qual será o percentual”, comentou Paulo Martins.

O aumento de passagem se for aprovado pelo Comutran deve entrar em vigor somente a partir do próximo, pois dependerá ainda de publicação no Diário Oficial do Município. Este será o segundo aumento aprovado pelo Comutran neste ano, sendo que o primeiro entrou em vigor no dia 7 de abril, quando a passagem aumentou de R$ 2,65 para os atuais R$ 2,80, com implantação do sistema de integração em todas as linhas de ônibus da cidade. 

O vereador Reinaldo Meirelles (PTB) disse que o reajuste precisa ser novamente discutido, lembrando que a Câmara tem buscado contribuir na discussão sobre assuntos que interferem diretamente na vida população. Por causa da situação econômica do país, o vereador acredita que o aumento terá que ser dado, já que houve aumento de insumos e de combustível, mais frisa que é necessário discutir o percentual para que a população não seja prejudicada. 

Paulo Martins disse que o Grupo de Trabalho criado para discutir o pedido atual de aumento da passagem, precisa ser mantido para dar continuidade a discussão sobre o transporte público, lembrando que há várias situações que necessitam ser amplamente debatidas. Ele citou como exemplo a questão da gratuidade, que hoje, conforme dados apresentados ao Conselho é financiada por quem paga passagem. “Precisamos achar uma solução para este problema, pois em outros municípios, a gratuidade é mantida com subsídio, ao contrário de Petrópolis, onde quem financia a gratuidade é o trabalhador”, comentou Paulo Martins. 

Ainda com relação a gratuidade, o conselheiro lembrou que o brasileiro está vivendo mais e por isso, a cada ano cresce o número de idosos que utilizam gratuitamente o transporte público. Na sua opinião este é um tema que precisa de um estudo e planejamento para que a população continue sendo atendida. A redução no número de passageiros também é outra preocupação e uma das causas, segundo Paulo Martins é o fretamento feito por grandes empresas para o transporte de seus funcionários. 




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS